terça-feira, 26 de outubro de 2010

É ASSIM QUE ELES PENSAM

A jornalista Eliane Cantanhêde, da Folha de São Paulo, pensa extamente assim como no texto abaixo.É inteligente o suficiente para reconhecer a realidade e até jogar a toalha, mas não se curva diante do poder popular.Seu candiato é o Serra. Somente ele tem méritos e até perdendo acumula mais do que Dilma.Esquece a colunista da Folha, assim como muitos profissionais da imprensa brasileira que se auto-denominam imparciais de toda a luta de Dilma contra a ditadura, sofrendo na prisão e vivendo sob tortura,enquanto Serra, presidente da UNE-União Nacional dos Estudantes- fugia para o Chile.A propósito ninguem sabe até hoje onde foi parar o dinheiro que estava no cofre da UNE.Esquece ainda todos os avanços sociais deste país.Muitos como Cantanhêde,se dizem democráticos e fingem defender a democracia,mas desde já dão o sinal para o dia seguinte não aceitando a vitória de Dilma.A Folha e sua colunista servirão de parâmetro para outros veiculos e outros jornalistas. Leiam o artigo e fiquem atentos para o futuro, depois de 31 de outubro.

A cinco dias da eleição, a pesquisa Datafolha cristaliza a diferença de Serra e Dilma em 12 pontos dos votos válidos e assim define virtualmente o segundo turno no próximo domingo. Serra não tem armas para lutar por mais votos, nem espaço no eleitorado para crescer e virar a eleição.

Lula, Dilma, o governo, o PT e seus aliados levaram um susto com o resultado do primeiro turno, no dia 3, depois de atravessar meses cantando vitória - e uma vitória que esperavam acachapante. Mas, desde o início, as condições têm sido mais favoráveis a Dilma, apesar das vantagens objetivas do candidato Serra.

Com seus 80% de popularidade, e uma gestão bem avaliada, Lula inventou a candidatura Dilma, passou dois anos empenhado em fazê-la conhecida nacionalmente e não teve pudor em colocar a administração direta, as estatais e todos os meios, maquiavelicamente, para eleger a sucessora. Não poupou nem mesmo o próprio cargo de presidente.

Serra lucrou bravamente, a bordo de seu currículo exemplar de ex-presidente da UNE, 14 anos de exílio, deputado federal, senador, prefeito de São Paulo, governador do Estado mais poderoso do país. Mas não tinha arsenal político e estratégico para enfrentar o canhão Lula e seu exército.

Na reta final, quando Dilma surgia com a cara inchada e parecendo descomposta pelo baque de não chegar nem a 47% no primeiro turno, os tucanos animaram-se com a perspectiva de virada. Mas Lula e Dilma multiplicaram a campanha petista por dois, um para um lado, outro para outro. E conseguiram imagens muito fortes para o programa eleitoral. Uma delas foi a reunião com os artistas no Rio, à frente Chico Buarque. Conseguiram dois efeitos: seguraram a sangria e impediram que os votos de Marina migrassem para o tucano.

Em cinco dias, não há mágica, nem eleitor sobrando para uma virada pró-Serra, mesmo com a perspectiva de que ele tenha melhor desempenho no principal debate de toda a campanha, o da TV Globo, na sexta-feira à noite. Isso pode reforçar a imagem positiva para o pós-campanha, mas, por si só, não é capaz de reverter o quadro.

A eleição, portanto, caminha para a eleição da primeira mulher presidente no Brasil. Ou, na prática, para um terceiro mandato de Lula. A ver.

3 comentários:

Doce Palavra disse...

Olá Dag...aqui deixo um link onde esta senhora recebe respostas de leitores....é brincadeira o que ela escreve...aqui no nosso país tem gente que gosta muito de democracia mas fala muito bem do periodo da ditadura, e apoia os torturadores...fugiram com a desculpa do exilio...e agora vem catar de galo...aqui está o link..http://comentarios.folha.com.br/comentarios?comment=93889&site=folhaonline&skin=folhaonline&done=http%3A%2F%2Fcomentarios.folha.com.br%3Fskin%3Dfolhaonline%26section%3Dcolunas.

jango disse...

zé Bolinha não vai vingar, zé Bolinha fudeu-se de tanto criticar sem ter militância prá apoiar. zé bolinha rolou, porque na cabeça do zé não tinha nada, não tava habitada, nem tinha nada ...p argumentar .. Coitado do zé, queria mesmo só numa pedrada, levou um papel enroladinho, só uma bolinha de papel.

jango disse...

zé Bolinha não vai vingar, zé Bolinha fudeu-se de tanto criticar sem ter militância prá apoiar. zé bolinha rolou, porque na cabeça do zé não tinha nada, não tava habitada, nem tinha nada ...p argumentar .. Coitado do zé, queria mesmo só numa pedrada, levou um papel enroladinho, só uma bolinha de papel.