sexta-feira, 30 de outubro de 2009

DIREÇÃO DA SANTA CASA CONTESTA OSMAR TERRA

A direção da Santa Casa em nota assinada pelo provedor Roberto Azevedo e pelo diretor administrativo Claudio Marmontel Silva, enviada a este radialista e blogueiro,contesta afirmações do secretário de Saude do Estado, Osmar Terra, quanto ao envio de recursos ao hospital.Publicamos na integra a referida nota.





S. do Livramento, 29 de outubro de 2009.


NOTA DE ESCLARECIMENTO
Com surpresa leio hoje no jornal “A Platéia” reportagem do Secretário Terra onde ele diz que mandou para Santa Casa, aproximadamente, R$ 1.500,000,00 ( hum milhão e meio de reais) , e que sabe de onde entrou o dinheiro mas não sabe por onde ele saiu.
Declaração no mínimo infeliz do Senhor Secretário, e que não pode mais acontecer, ou ele não sabe ou não quer saber, pois os numerários recebidos em 2009 e suas saídas estão todas aprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde e registrados contabilmente.
Os numerários recebidos foram o seguinte:
01) Contrato TA 089/09 ...................................R$ 567.000,00 Fundo de Apoio
02) Contrato TA 200/09 ....................................R$ 184.000,00 1ª parcela -Fundo de Apoio
03) Contrato TA 200/09 ....................................R$ 160.000,00 2ª parcela – Fundo de Apoio
04) Integra Sus de Janeiro a Outubro/09 .........R$ 103.966,20 – Programa de auxilio
05) I A C de janeiro a Outubro /09....................R$ 337.354,43 – Incentivo a contratualização
06) Parceria Resolve ref. Parc. 2008 ...............R$ 55.718,17 – Programa de auxilio
07) Excedentes ambulatoriais
De janeiro a Julho/09 nos foi enviado por pagamento de
Serviços já prestados ....................................R$ 495.869,28
Total ......... R$ 1.903.908,08
Os itens 01 e 02 já foram aprovados pelo Conselho Municipal de Saúde e não restou nenhuma dúvida pois documentos comprobatórios foram revisados.
O item 03 recebemos dia 27/10/2009 e estamos com cheque administrativo para
Completarmos o pagamento da Folha de pagamento dos funcionários do mês de
Outubro/2009.
O item 07 não passamos pelo Conselho Municipal porque não é obrigatório pois é verba de serviços já prestados, mas se for o caso comprovamos os pagamentos com os docu -
mentos devidamente legais, estamos a disposição de qualquer fiscalização sem temor nenhum.
Não temos numerário para pagarmos uma Auditoria Externa, assim, encarecidamente, pedimos ao Estado na pessoa de seus representantes legais, que nos faça a devida Auditagem, para que assim se dê a publicidade desejada de como e onde foram aplicados os valores recebidos em 2009, restando dúvidas em relação aos anos de 2007 e 2008, onde o Hospital foi administrado pelo Sr. João Antonio dos Santos, que, inclusive, foi assessor de Gabinete Sr. Secretário Osmar Terra por um certo tempo, estando eventuais irregularidades desse período sob investigação da Polícia Federal.
Apartir de 01.11.2008 todas as prestações de contas de valores recebidos foram devidamente apresentadas e aprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde e continua a disposição de qualquer órgão fiscalizador.
A crise do Hospital vem se arrastando há muito tempo e o que notamos é que as pessoas e autoridades não fazem muita questão de chegar a uma solução definitiva para o problema, que acarreta a desassistência da população usuária do SUS.
Obrigado pela atenção .


Roberto Azevedo
Cláudio Ademar Marmontel. Silva

2 comentários:

jorge disse...

apesar dos seus comentarios na radio cultura o povo santanense esta anestesiado com a situação da santa casa o povo nem se importa com o assunto. acredito que tera que aparecer um moises para fazer um novo exodo na nossa FRONTEIRA E GUIAR O POVO PRA FORA DOS LIMITES DA NOSSA REGIAO SEM MAIS CARVALHO.

♥♥♥ L@ri ♥♥♥ disse...

Creio que o que está faltando mesmo são iniciativas por parte de pessoas da comunidade, que muitas vezes só sabem criticar e reclamar. Me questiono frequentemente, querendo entender as críticas de algumas cidadãos, visto que não capazes de tomar uma iniciativa para ajudar a amenizar ou até solucionar o problema, só sabem criticar dizendo que o governo municipal não faz nada, porém, não se dão conta que ao assumir esta dívida da Santa Casa, mais uma vez a prefeitura gerará dívidas a longo prazo, que certamente serão cobradas daqui alguns anos, pelas mesmas pessoas que queriam que o prefeito assumisse essa responsabilidade. Deixo minha contribuição: VAMOS DEIXAR DE CRITICAR E PENSAR EM ALGUMA AÇÃO QUE VÁ AJUDAR NA SOLUÇÃO DO PROBLEMA, PORQUE É FÁCIL E CRITICAR FALAR, FAZER OU TOMAR ALGUMA INICIATIVA QUE AJUDE O GOVERNO É QUE É DIFÍCIL.