sábado, 31 de julho de 2010

LULA E MUJICA ASSINAM ACORDOS DE COOPERAÇÂO NA FRONTEIRA
























Os presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e do Uruguai, José Pepe Mujica, assinaram acordos de cooperação entre os dois países em reunião ocorrida nesta sexta-feira, no auditório do 7º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Santana do Livramento. O encontro foi encerrado por volta das 14h30min. Lula embarcou em direção ao Paraguai, enquanto Mujica permaneceu na cidade para encontros políticos.

Na reunião, Lula e Mujica fecharam negociações na área da defesa, sobre a hidrovia Uruguai/Brasil, a nova ponte sobre o Rio Jaguarão e restauração da ponte Barão de Mauá. Outros temas discutidos foram a integração ferroviária, a cooperação tecnológica brasileira para a transformar La Paloma em porto de águas profundas, o intercâmbio energético, o sistema de pagamentos de moeda local para transações binacionais e acordos voltados à integração produtiva. Na área de ciências, os tópicos abordados foram tecnologia e inovação.

Lula foi recebido no Aeroporto Oscar Gestido, em Rivera, por um grupo de 200 pessoas que acenavam e gritavam seu nome. O presidente driblou os seguranças e posou para fotos, distribuiu abraços e apertou a mão de dezenas de pessoas que o recepcionavam. O chede de Estado brasileiro chegou com sua delegação no Parque Internacional, às 11h30min, acompanhado pelo colega José Pepe Mujica, também acolhido com grande carinho pelos riverenses.

Os dois mandatários foram considerados hóspedes oficiais de Livramento e agraciados com lembranças entregues pelo prefeito Wainer Machado e pelo Intendente de Rivera, Marne Osório. Após, eles descerraram duas placas, uma no lado uruguaio e outra no lado brasileiro do Obelisco da Paz do Parque Internacional, que assinalaram o 3° encontro de presidentes na história das duas cidades.

Lula felicitou a campanha do Uruguai na Copa do Mundo

Os chefes de Estado permaneceram durante dez minutos no local, partindo então em comboio das duas comitivas para o quartel do 7° RC Mec sob forte esquema de segurança. Centenas de pessoas, das calçadas e janelas das casas, acenavam para as comitivas no percurso até a guarnição federal, localizada no Cerro do Depósito.

Em pronunciamento no auditório, Lula felicitou o Uruguai pela brilhante participação da Celeste na Copa da África do Sul e brincou com Mujica: "Espero que o Brasil tenha perdido na África do Sul para ganhar a Copa de 2014 no Brasil".

Lula comentou que ao perceber a demora no encaminhamento das negociações prevendo a oficialização dos acordos com o Uruguai, pediu mais agilidade nas conversações. "Este é o nosso 4° encontro com Mujica desde março e nossas comissões estavam andado muito devagar. Vou sempre insistir para que encarem o Uruguai como um país prioritário nas nossas relações", salientou.

Relação entre Brasil e Uruguai como espelho para América Latina

Lula destacou a importância econômica do Mercosul, salientando que os países com maior crescimento econômico da América Latina são os países que formam o bloco. Ele enfatizou que a América Latina deveria se espelhar no convívio fraterno que existe entre brasileiros e uruguaios em Livramento e Rivera. "Estamos buscando uma América Latina sem conflitos e que esteja permanentemente integrada pela paz social", sustentou.

Mujica enalteceu a posição do presidente Lula de transformar os grandes conflitos em grandes negociações. "Falta muito para consolidar o Mercosul, mas vamos continuar a luta. Talvez em 100 anos toda a América Latina esteja consolidada como Livramento e Rivera e as fronteiras políticas se diluam com o tempo", argumentou Mujica.

Mujica agradeceu diálogo com Lula

No final do encontro, Lula não compareceu ao palanque onde daria uma entrevista coletiva, mas o presidente uruguaio deixou de lado sua comitiva e compareceu para falar com a imprensa dos dois países. Em resposta a uma ou outra pergunta em espanhol ou em português, Mujica agradeceu três vezes a Lula por sua capacidade de dialogar.

"Não sei quantos anos tenho pela frente, se terei alguns anos mais, esse tempo não será suficiente para agradecer a tudo que Lula tem feito pelo seu povo e pela integração da América Latina", afirmou. "O Brasil é tão grande. Se prosseguir respondendo a todas essas perguntas vou acabar morrendo de fome", brincou o presidente Mujica, que às 15h participou de almoço em Rivera com intendentes do interior do Uruguai.
.........................

2 comentários:

GAUCHO ALDO VARGAS disse...

foi um encontro maravilhoso de dois presidente do povo,em santana do livramento bem no dia do seu aniversario, parabens para essas duas autoridade que dão dois homens que conguistaram seu povo duas figuras maravilhosa tanto o presidente lula como o presidente mujica, vai ficar gravado na historia de livramento. e o nosso lula quando deixar o governo em janeiro vai deixar um grande legado de bondade e carisma aos brasileiros.

Polo Fronteira da Paz disse...

Lembro da história da América Latina,lembro de trechos do Livro(As veias abertas da América Latina-Eduardo Galeano),fala da Integração,vejoo com esta visita um grande passo para a Fonteira desenvolver ações integracionais ,perpassando problemas burocráticos de legislação ,entraves que fracassaram na implantação do MERCOSUL,acredito que temos muiot pela frente,mas precisamos discutir ações eficazes para o desenvolvimento,e uma das ações é um projeto Binacional entre as Uaniversidades locais para desenvolvimento de pesquisas que venham a contribuir no desemvolvimento da fronteira -oeste.