quarta-feira, 15 de abril de 2009

FORA YEDA EM LIVRAMENTO

O povo nas ruas pedindo a saida de Yeda do Palácio Piratini. Foto JN Canabarro (Blog Ducana)

Os professores,os policiais,os bancarios,os funcionários públicos do Estado, os alunos,aqueles que querem verdadeiramente um Estado para todos,não um estado minimo ou excludente,foram as ruas na manhã de hoje pedir "Fora Yeda", numa clara demonstração de que a ausência de politicas públicas,a retirada de direitos e o mar de lama que cobre o seu governo com escândalos diários, já não permitem mais a sustentação politica da governadora Yeda Crusius.Eleita legitimamente, através do processo democrático, a governadora até agora não conseguiu dar uma resposta a sociedade gaúcha que acumula os piores indices em todos os sentidos que possam ser apurados.O tão propalado deficit zero é uma farsa que não consegue se sustentar, já que é muito fácil deixar de aplicar o que é constitucional em saúde e educação e praticamente ignorar a segurança,além de arrochar salários dos servidores e depois afirmar que não tem dividas.
Mas Livramento deu a sua resposta.Os jovens pintaram a cara e foram para as ruas conscientes.Sabem que Yeda é a responsável pelo sucateamento da escola pública.Representantes do Cpers,como a professora Rejane Oliveira, da Ugeirm como o Isaac Ortiz, do Sindicaixa,do Semapi,do Sindisep, estiveram na cidade participando do ato que reuniu mais de 1.500 pessoas.Demonstração clara de insatisfação com o governo Yeda. A organização do ato no municipio consegiu a mobilização necessária da comunidade e até se surpreendeu com tamanha adesão, segundo revelou a este blog o professor Juca Sampaio.

3 comentários:

ducana disse...

Ouvi um comentário: "Ouvir essa gente se manifestando e gritando, dá um certo medo na gente." (Claro que há resquício da ditadura recente - o povo ainda não se habituou com a democracia). Talvez isso justifique os medos, mas devemos ter muito mais medo são dos que ficam em silêncio, não saem as ruas, escondem suas bandeiras. Esses são os perigosos.

pepe disse...

Seria bom fiscalizar esses lideres sindicais que vieram prestigiar o evento muito mais com a ideia de fazer um turismo as custas de seus associados, nas proximas vezes que a policia federal fique em alerta.

alvaro franco disse...

DAG, leio sempre teu blog, acho bacana, inteligente. Mas faço uma ressalva: deficit zero, nao quer dizer divida zero. Quer dizer que o Estado deixou de gastar mais do que arrecada. E a economia nao foi no arrocho nao, o Governo reduziu um monte seus gastos. Tica ficha, abraçao,

Alvaro